Entre a decisão de ter um filho e a hora do parto, muita coisa pode acontecer e muito tempo pode passar. A fertilidade da mulher e do homem pode sofrer por inúmeros fatores, desde os mais simples até os insolúveis. Há algumas coisas básicas que devem ser feitas antes mesmo de começar a tentar engravidar. Hábitos ruins como fumar, beber demais ou usar drogas precisam ser eliminados para o bem bebê, mas também da própria gestante.
Uma boa alimentação, variada, é fundamental. Vitaminas e minerais ingeridos através de uma alimentação saudável são necessários para a boa fertilidade do casal e também para a saúde do feto.
Exercícios físicos frequentes e a manutenção do peso ideal são outros fatores que podem contribuir para a fertilidade, pois um organismo alimentado adequadamente, que realize atividades físicas rotineiramente em um corpo sem excesso de gordura ou da sua falta terá mais chances de atingir a meta da gravidez.
Mas existem, também, aspectos emocionais que podem retardar o sonho, como a ansiedade por engravidar, que pode afetar os hormônios. Já casos mais graves, às vezes, podem ser resolvidos com medicamentos ou até cirurgia.
Mas quando é a hora de procurar um especialista? Se o casal não possui qualquer problema aparente e já está tentando engravidar há meses, então, chegou o momento de consultar um profissional especializado em fertilidade. Pois existem problemas como a ausência de óvulos ou disfunção ovariana, síndrome do ovário policístico, endometriose e menopausa precoce, miomas, obstrução tubária, aumento da prolactina, abortos espontâneos e alterações na tireoide, que podem provocar infertilidade temporária ou não. Por isso, nada se preocupar demais antes da hora. Ao decidir engravidar e não conseguir, procure ajuda profissional e realize seu sonho. Ciclo de Palestras SEGIR. Participe 6 de abril de 2017.